TITULAÇÕES  BASE FRACA COM UM ÁCIDO FORTE
 
Será utilizado como exemplo o clássico sistema acidimétrico amônia (NH3) sendo titulado com ácido clorídrico (titrante).
 NH3 + HCl NH4+ + Cl- + H2O
O mesmo raciocínio poderá ser aplicado a qualquer sistema semelhante.
 
1- O pH antes do início da titulação:
 
Aqui temos a seguinte situação: No erlenmeyer temos uma solução de uma base fraca e a própria água, os seguintes equilíbrios coexistem:
 
 
NH3  NH4+ + OH- 
H2 H+ + OH-
Kb = 1,8.10-5 
Kw = 1,0.10-14
 
 
Observe que agora a água será um interferente a ser considerado, pois juntamente com o cátion amônio (e com todos os cátions de bases fracas) gera o equilíbrio, chamado Hidrólise do íon amônio, o que ocasiona um pH ácido no ponto de equivalência.
NH4+ + H2NH3 + H+
 
Considerando a constante de ionização:
Kb   = [NH4+] [OH-]/[NH3]
[OH-]  [NH4+] = Kb. [NH3]
considerando [OH-] = [NH4+]
[OH-] = (Kb. [NH3])1/2
pOH= -log [OH-]
pH=14 - pOH
lembrando:
V: volume
Vt: volume total
N: Concentração expressa em normalidade
a: referente ao ácido
b: referente a base
Kb: constante de ionização da base, observe que varia levemente com a temperatura.
[NH3]: é a concentração analítica da base (CNH3):, neste ponto da titulação é simplesmente a quantidade inicial de base
Como exemplo numérico, considere a titulação de 50mL de amônia (NH3) 0,1N, utilizando como titulante uma solução de HCl 0,1N, para 0 mL de ácido adicionado
Onde:
 
[NH3]=0,1
Kb = 1,8.10-5
[OH-] = (1,8.10-5x0,1)1/2
[OH-] =1,34.10-3
pOH = -log [OH-]
pOH = -log 1,34.10-3
pOH = 2,87
pH = 14 - pOH
pH = 14 - 2,87
pH = 11,13
 
2 - Entre o início da alcalimetria e o ponto de equivalência:

Agora a adição do ácido forte teve início e hidroxilas da amônia estão sendo completamente convertidas em H2O, liberando assim os cátions amônio, estes entram em equilíbrio com a água:

NH4+ + H2 NH3 + H+
O pH desta fase da titulação pode ser facilmente calculado uma vez que se tenha compreendido algumas relações: O ácido fraco reagirá equinormalmente com a base. (1 equivalente de ácido para cada 1 equivalente de base). Todo cátion liberado terá relação direta e linear com a quantidade de ácido adicionada. Neste caso, 1 mol de HCl adicionados geram 1 mol de cátions amônio.
HCl + NH3  NH4++ OH- + H2O
    Como exemplo numérico, considere a titulação de 50mL de amônia (NH3) 0,1N, utilizando como titulante uma solução de HCl 0,1N, para  5mL do ácido adicionado
    Onde:
    V: volume
    Vt: volume total
    N: Concentração expressa em normalidade
    a: referente ao ácido
    b: referente a base
    NH3 + HCl  NH4+ + Cl- + H2O
    NHNH4+ + OH-
 
volume de HCl adicionado
pH
  00,00 
 
 35,00
 
 40,00
 
 45,00
 
 49,00
 
 49,90
 
 50,00
 
 50,10
 
 51,00
 
 55,00
 
 60,00
 
70,00
 

Tabela constante de disssociação ácido fraco

Tabela constante de disssociação base fraca