Instalação

 

O Instituto de Ciências da Saúde (ICS) foi instalado em novembro de 1970, com a denominação de Centro Bio-Médico.

 

Constituição

 

  • Graduação

 

Inicialmente, foi constituído pelas antigas Faculdades de Medicina (Lei nº 1.049, de 03.01.1950), Farmácia (Decreto nº 27.359, de 24.10.1949) e Odontologia (Decreto nº 6.072, de 13.08.1940), que, durante muitos anos, foram denominadas cursos e, atualmente, voltaram a ser denominadas faculdades. Posteriormente, foram criados mais dois cursos, hoje as faculdades de Nutrição (Decreto nº 83.275, de 12.03.1979) e Enfermagem (Portaria nº 98, datada de 21.01.1980). Em 2010, a Resolução N. 688/CONSUN, de 16/12/2010, alterou o Art. 41 do Regimento do ICS para incluir a Faculdade de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, passando a compor este Instituto os novos Cursos de Fisioterapia e de Terapia Ocupacional.

 

  • Pós-Graduação Stricto Sensu

 

A implantação, em 2004, do Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Odontologia, complementou o projeto político-pedagógico do Curso de Odontologia da UFPA. Em 2006, passou a constituir o ICS, o Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas. Esse curso foi idealizado em 2005 e em 2006 foi homologado pelo CNE (Portaria Nº 2.000 - DOU 21/12/06 - Parecer 165/2006 , 20/12/2006). Em 2011, foram implantados dois novos cursos: o Curso de Mestrado Acadêmico do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e o Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Oncologia e Ciências Médicas, sendo que este último, atualmente, não pertence mais ao ICS e sim, ao Núcleo de Pesquisas em Oncologia da UFPA. Em 2012, está sendo implantando o primeiro doutorado de Farmácia da Região Amazônica: O Programa de Pós-Graduação em Inovação Farmacêutica (PPGIF). Este é um programa em rede, que envolve uma associação ampla entre a Universidade Federal do Amazonas (UFAM), a Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), a Universidade Federal de Goiás (UFG) e a UFPA.

 

Funcionamento das atividades hospitalares

 

O ICS, até dezembro de 1993, possuía uma Unidade Hospitalar que funcionava nas dependências do Hospital Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, a qual era formada por Ambulatórios, com atividades voltadas à Extensão atendendo a comunidade carente dos diversos bairros de Belém, interior do Pará e funcionários da UFPA. Com a extinção da Unidade Hospitalar, essas atividades extensionistas foram distribuídas para o Hospital Universitário Betina Ferro Souza (HUBFS) e Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB), funcionando ainda na Fundação Santa Casa o atendimento de Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria e Dermatologia.