Zoolander (2001), aparentemente, é um filme banal, mas pode contribuir com discussões aprofundadas sobre o tema “desejo”. O Projeto Troca de Olhares: Interface entre o Cinema e Filosofia fará uma nova sessão nesta quinta-feira, 31, às 9h, no laboratório do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH).  O Troca de Olhares é um projeto da Universidade Federal do Pará (UFPA) que disponibiliza ferramentas metodológicas para o espectador, levando-o a observar, criticamente, os aspectos e as temáticas envolvidos na obra fílmica, sob uma perspectiva sociocultural e filosófica. A exibição é aberta para todos os que tiverem interesse de participar.

Desejo - De acordo com o bolsista do projeto, Felipe Freitas, a escolha do filme foi feita a partir de pesquisas filmográficas baseadas na temática do “desejo”. “Utilizamos, também, como apoio, o livro Filosofando no Cinema, de Olivier Pourriol, editora Zahar”, ressalta. Para ele, o relacionamento está intrinsecamente ligado aos objetivos do projeto por tratar de um tema tão comum na Filosofia.

O filme – Famoso pelos seus olhares Le Tigre, Blue Steel, e pelo inovador Magnum, Derek Zoolander (Ben Stiller) é um modelo decadente, que já foi o principal modelo do mundo, mas perde espaço para Hansel (Owen Wilson), o top model do momento. Para retomar o posto de modelo favorito, ele se envolve em uma trama para matar o Primeiro Ministro da Malásia, sofrendo uma lavagem cerebral. O filme segue com acontecimentos sem uma lógica definida.

“Com a temática 'Desejo mimétrico', o filme fala da vida de um modelo americano que, inusitadamente, vê sua carreira um tanto abalada após descobrir que perdeu seu posto de “maior belo” ou de maior modelo do mundo. Neste sentido, o “desejo mimétrico” de que aqui falamos é, entre outros aspectos, o abalo da sensação narcísica do ser”, afirma Felipe.

Olhar crítico - O objetivo do projeto extensionista é transformar os participantes que frequentam os encontros em espectadores "críticos”.  Para isso, os idealizadores e executores do projeto, coordenado pela professora Verônica Capelo, usam meios de sensibilizar o olhar do público. “A nossa tarefa é a de fazê-los identificar a temática de amplitude filosófica no filme,por meio das discussões feitas após a sessão”, explica Felipe Freitas.

Este é o terceiro ano de funcionamento do Troca de Olhares.  O bolsista comenta o momento atual do projeto: “estamos em uma fase que consideramos de "amadurecimento”, já que houve diversos desafios iniciais para que a iniciativa acontecesse”. Com essa sessão, a expectativa dos membros do projeto são as melhores possíveis. Felipe diz que a presença de alunos de diferentes cursos é um dos aspectos mais marcantes dos encontros, pois “as discussões esquentam quando temos a presença de diferentes pontos de vista”.

Serviço:
Exibição: Filme Zoolander
Realização: Projeto Troca de Olhares: Interface entre Cinema e Filosofia.
Data/hora: 31 de janeiro (quinta-feira), às 9h.
Local: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campus Básico da UFPA, bairro Guamá, Belém.

Texto: Vitor Barros – Assessoria de Comunicação da UFPA